domingo, 25 de fevereiro de 2024

Casagrande sanciona projeto que concede bolsa-aluno no valor de 800 reais e acena para Deputado Gandini

 

O governador Renato Casagrande (PSB) sancionou, na manhã desta quarta-feira (01), o projeto que concede uma bolsa-estudante no valor de R$ 800 para estudantes da 4ª série do Ensino Médio da rede estadual.

A agora lei 11.784/2023 – que será publicada no Diário Oficial de amanhã, mas que a coluna teve acesso – institui o auxílio no valor de R$ 800 a ser pago a 120 estudantes matriculados regularmente, no período dos meses letivos, conforme o calendário da Secretaria de Estado da Educação (Sedu). A 4ª série foi criada pelo governo a fim de amenizar os prejuízos causados à educação pela pandemia.

O projeto é do governo e a princípio previa uma bolsa no valor de R$ 400. Porém, ao chegar à Assembleia para ser votado, o deputado Fabrício Gandini (Cidadania) protocolou uma emenda dobrando o valor do auxílio, o que gerou a primeira derrota do governo em votações na Ales neste ano.

Mesmo contra a orientação da liderança do governo, Gandini – que até então era da base aliada – insistiu na emenda e, no voto, venceu. Por 13 votos (alguns da base) contra 12, a emenda foi aprovada no último dia 15. No dia seguinte, Gandini anunciou que estava deixando a base aliada.

Na última segunda-feira (27), o projeto foi aprovado, à unanimidade, pelos deputados, que também seguiram a orientação da liderança do governo na Ales para aprová-lo com a emenda.

Na ocasião, deputados aliados disseram que o governador poderia tomar três decisões: vetar totalmente o projeto, sancionar o projeto na íntegra ou ainda sancionar o projeto e vetar o artigo do valor, enviando um novo para ser votado na Assembleia.

ACENO A GANDINI
Ontem (28), durante a apresentação do Planejamento Estratégico, o governador foi questionado pela coluna De Olho no Poder sobre o projeto e sobre a situação de Gandini. Ele sinalizou que quer o deputado na base aliada.

“O Davi Diniz (chefe da Casa Civil) tem conversado com ele (Gandini), nós temos uma história de relacionamento com o Gandini. Eu já disse que os deputados têm autonomia para tomar a decisão que achar mais adequada para os seus mandatos, mas não tem um fato que possa levá-lo para a oposição”, disse Casagrande.

O governador disse ainda que o “histórico” entre os dois pesaria mais do que qualquer problema pontual. “Ele (Gandini) pode ir para a oposição por uma decisão política, mas não por fatos ocorridos, porque aquilo que a gente tem de histórico de relacionamento é muito superior a qualquer problema eventual e pontual que possa ter”, afirmou.

O partido presidido pelo deputado, o Cidadania, sempre caminhou com o PSB e foi um aliado de primeira hora do governo. Tanto que Gandini já foi vice na chapa de Casagrande à reeleição em 2014.

Ao anunciar que estaria fora da base, Gandini citou suposto desprestígio que estaria sofrendo – ele e seu partido – por parte do governo. Mas a eleição municipal do ano que vem, mais precisamente a disputa pela Prefeitura de Vitória, também teriam pesado nesse levante do deputado.

Desde o episódio da votação da emenda, interlocutores do governo têm dito que querem reconstruir a relação com Gandini para que ele continue na base aliada. A aceitação da emenda do deputado, mesmo sendo imposta às custas de uma derrota para o Palácio Anchieta, parece ser o primeiro passo para isso.

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima