domingo, 25 de fevereiro de 2024

Bancadas Federal e Estadual do Cidadania aprovam entrada do Podemos na Federação que já conta com o PSDB

 

 

 

O martelo ainda não está batido. O debate ainda precisa acontecer nos diretórios estaduais e nacional do partido e nas outras duas legendas. A decisão final caberá à instância nacional. Mas, se depender do Espírito Santo, a decisão já está tomada. Os partidos Cidadania, PSDB e Podemos capixabas caminham a passos largos para aprovar a federação que, ao que parece, será vantajosa para os três partidos.

Na Câmara Federal, a federação do PSDB/Cidadania é hoje a 8ª maior bancada com 18 deputados eleitos. O Podemos ocupa a 12ª posição, com 12 eleitos. Se a federação vingar, o novo grupo vai continuar na oitava posição, mas com 30 deputados federais. Se o TSE aprovar a incorporação do PSC ao Podemos, ganha mais seis, o que vai fazer uma diferença e tanto nas próximas eleições, com a divisão dos recursos do Fundo Partidário e do tempo de TV.

Para o Estado, a diferença também é significativa. Na Assembleia, por exemplo, uma eventual federação entre as legendas poderia criar a maior bancada da Casa com sete deputados – Vandinho Leite (PSDB), Mazinho dos Anjos (PSDB), Alexandre Xambinho (PSC), Fabrício Gandini (Cidadania), Allan Ferreira (Podemos), Lucas Scaramussa (Podemos) e Marcelo Santos (Podemos), que preside a Casa. Eles superariam a bancada do PL, que hoje conta com cinco parlamentares.

Na bancada federal capixaba também há ganhos. Na última eleição, a federação PSDB/Cidadania não conseguiu fazer nenhuma cadeira, mas se o Podemos entrasse, já viria na bagagem dois deputados federais – Gilson Daniel e Victor Linhalis.

Na Grande Vitória, a federação também ganharia duas prefeituras – a de Vila Velha, com Arnaldinho Borgo (Podemos), e a de Viana, com Wanderson Bueno (Podemos). “O Cidadania local votou pela federação. Vê com bons olhos, pois enxerga que há possibilidade de crescimento”, disse o tesoureiro estadual do partido, Deyvid Hehr, que acompanhou a votação e disse que há resistência em apenas três estados para fechar a nova federação.

Gandini está confiante: “Ainda vai ter uma discussão maior, mas Freire (presidente do Cidadania) acredita que essa decisão da bancada é fundamental. Nosso voto no Espírito Santo foi pela aprovação”. Ele disse acreditar que o PSDB também irá aprovar a entrada do Podemos.

Segundo o deputado federal Gilson Daniel, que preside o Podemos no Estado, a discussão está bem avançada, mas ele lembrou que a decisão será nacional.

AS IMPLICAÇÕES PARA 2024

Mas, além das vantagens no âmbito nacional, de poder aumentar a bancada e dar um fôlego para as próximas eleições, há as implicações regionais que vão precisar de ajustes para as eleições municipais.

Se o Podemos entrar mesmo na federação, que hoje abriga o PSDB e o Cidadania, pode ser o empurrãozinho que estava faltando para que o ex-prefeito Max Filho saia do ninho tucano de uma vez.

Em entrevista à coluna, Max falou de suas insatisfações com o PSDB e sinalizou que poderia deixar a legenda. Ele também admitiu que pode disputar novamente a Prefeitura de Vila Velha no ano que vem – ele foi prefeito do município até 2020.

Uma vez federados, a prioridade na eleição municipal deverá ser pelo apoio à reeleição do atual prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, que é do Podemos. Ou seja, a entrada do Podemos na federação fecharia qualquer porta de possibilidade para Max Filho disputar a Prefeitura de Vila Velha pelo PSDB.

Se bem que mesmo sem o Podemos no grupo, hoje não há nenhuma garantia que o PSDB possa dar legenda para Max disputar. Após o desabafo de Max Filho à coluna, o deputado Mazinho dos Anjos (PSDB) o rebateu da tribuna da Assembleia, deu “tchau” ao correligionário e ainda anunciou apoio a Arnaldinho.

O presidente tucano Vandinho Leite ouviu o discurso e, ao menos publicamente, não retirou nenhuma palavra dita por Mazinho, o que significa…

AS IMPLICAÇÕES PARA 2026

Outro ponto a ser colocado na mesa é a sucessão do governador Renato Casagrande (PSB) em 2026. Sim, parece longe, mas os observadores políticos já estão atentos aos movimentos de algumas lideranças e, no mercado, a aposta é que tanto o PSDB quanto o Podemos devem apresentar nomes para disputar o governo do Estado.

E, sendo os dois partidos da base aliada – melhor dizendo, da cúpula do governo –, PSDB e Podemos devem disputar também a bênção do Palácio Anchieta.

Nos bastidores, já ventilam os nomes de Gilson Daniel, que foi secretário estadual, e de Arnaldinho Borgo como possíveis cotados do Podemos na disputa ao governo. Pelo PSDB, a aposta é no nome do atual vice-governador e secretário de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço.

Uma vez federados, o “casamento” é de no mínimo quatro anos, o que significa que abarca a eleição geral de 2026. E aí surge o questionamento: qual dos dois partidos vai indicar o candidato ao governo? Quem será escolhido por Casagrande?

O governador, obviamente, não vai antecipar essa escolha. Já perguntado sobre as eleições, se Ricardo poderia ser seu sucessor, ele desconversou e disse que não havia nenhum compromisso firmado para 2026. Até porque antecipar essa decisão agora pode até mesmo colocar em risco sua governabilidade.Fato é que as decisões partidárias nacionais tomadas hoje, muitas por sobrevivência política, vão repercutir lá na frente e podem mudar o rumo de alguns projetos locais. Como já disse o presidente do PSB capixaba, Alberto Gavini, à coluna, sobre a possibilidade também do partido do governador federar com o PDT e o SD, resta aos dirigentes estaduais gerir os impactos. Sejam eles positivos ou negativos.

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima