sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

A ascensão política de Júnior do Jucy e o futuro de Marataízes

 

No cenário político de Marataízes, a tempestade antes da bonança é feita de burburinhos, insinuações e a esperança que se molda das palavras que, ainda que não tenham sido ditas, se mostram evidentes nos detalhes. A recente aparição de Júnior do Jucy em um vídeo ao lado do deputado estadual Wellington Callegari (PL) atiça a imaginação de quem anseia por uma mudança de representatividade no município.

O empresário Júnior, detentor da Rede Jucy, que marca presença em Marataízes, Piúma e Cachoeiro de Itapemirim, é conhecido não apenas pelos negócios, mas por seu carisma e facilidade em conectar-se com as pessoas, especialmente através das redes sociais. Esta habilidade comunicativa, atrelada ao sucesso nos negócios, constrói em muitos a imagem do “político natural”. E sua frase enigmática no vídeo – “sem ser alguém que possa representar, ainda…” – mais parece um convite a esperar por uma eventual candidatura do que um mero comentário.

Mas para além da especulação, há outros elementos que se alinham para fortalecer essa ideia. Desde a emancipação de Marataízes em 1992, com a eleição e reeleição de Ananias Vieira, não se vê um prefeito que represente a linha evangélica. Uma ausência notável, visto que a população de Marataízes é majoritariamente evangélica. Júnior, caso realmente decida concorrer, poderia vir a preencher essa lacuna, adicionando uma representatividade há muito desejada.

Porém, e como bem sabemos, a política não se faz somente de carisma e boas intenções. O empresário, se de fato ingressar nesse novo desafio, terá que adaptar-se, talvez até reinventar-se. A promoção de uma marca comercial possui suas nuances, mas a de uma cidade e de suas pessoas é recheada de responsabilidades, escrutínio e compromissos.

A menção de Júnior do Jucy no universo político de Marataízes balança as estruturas locais. O atual prefeito, Tininho Batista, que não pode concorrer a reeleição, mas planeja lançar um nome, o ex-prefeito Toninho Bitencourt, que é pré-candidato, e o também pré-candidato Marcos Vivácqua têm agora mais um nome para observar, ponderar e, quem sabe, preocupar-se.

Marataízes, como o fruto tropical tão simbólico de nossa terra, o abacaxi, tem em seu núcleo uma doçura singular. No entanto, sua coroa, assim como o cenário político, é repleta de desafios e espinhos. Afinal, a política é a arte do possível. E só o tempo dirá se Júnior do Jucy está preparado para enfrentar essa coroa e trazer ainda mais doçura para o povo de Marataízes. Vamos aguardar…

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima