domingo, 25 de fevereiro de 2024

Tribunal de Justiça vai receber U$ 37 milhões de dólares para modernizar o judiciário

 

 

O Ministério do Planejamento aprovou e o Tribunal do Espírito Santo (TJES) pode receber, nos próximos meses, 37 milhões de dólares (R$ 182.410.000,00, de acordo com a taxa de câmbio atual) para aplicar na modernização de toda a estrutura do Poder Judiciário estadual.

Em caso de confirmação das negociações, das quais participam o governo do Estado e o próprio Tribunal, a verba será concedida via financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Após a celebração do contrato, que deve ocorrer ainda este ano, o Executivo estadual ficará responsável pelo recebimento do dinheiro vindo do BID, enquanto a execução dos investimentos ficará a cargo do TJES, que, por outro lado, aplicará no projeto uma contrapartida de 8 milhões de dólares (R$ 39.440.000,00, conforme a taxa de cambio atual).

Toda a execução do projeto que moderniza o Poder Judiciário capixaba será acompanhado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A proposta havia sido encaminhada à Comissão de Financiamento Exterior do Planejamento, que aprovou o modelo apresentado pela Corte.

O anúncio da aprovação do projeto foi feito pelo presidente do Tribunal, desembargador Fábio Clem de Oliveira, na última quinta-feira (4), durante a sessão do Pleno.

Investimento em mais tecnologia nos próximos cinco anos

Segundo o desembargador Pedro Valls Feu Rosa, presidente do Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (CGTIC) do Tribunal, a aprovação do projeto permitirá a continuidade de avanços administrativos e tecnológicos no âmbito do Poder Judiciário pelos próximos cinco anos.

“Descortina-se no horizonte uma série de avanços maravilhosos. Será possível realizar de forma técnica sob a supervisão do Conselho Nacional de Justiça a reestruturação desta instituição diante na nova realidade do PJe. Poderemos contratar o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas que melhorarão nossa produtividade de forma hoje inimagináveis, conseguiremos com precisão e acima de tudo com dignidade atender todas as resoluções do CNJ, principalmente a de número 219”, disse o magistrado.

Feu Rosa ainda ressaltou a importância da articulação do governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), e o senador Fabiano Contarato (PT), na busca dos recursos junto ao Ministério do Planejamento, pasta que é comandada pela ex-senadora Simone Tebet (MDB).

“Somos gratos pelo apoio pessoal do governador Renato Casagrande, sem o qual essa vitória seria impossível. Nosso agradecimento ao senador Fabiano Contarato por ter apadrinhado o pleito dessa casa junto ao governo federal, por ter intercedido de forma exitosa junto à ministra Simone Tebet”, pontuou.

Comitiva do Banco Interamericano deve vir ao Estado

A próxima etapa do Plano de Modernização do Poder Judiciário Estadual prevê a vinda de uma missão do Banco Interamericano de desenvolvimento (BID) ao Estado.

De acordo com o coordenador geral de programas do TJES, Bruno Alves de Souza Toledo, a partir dessa missão de reconhecimento institucional de representantes do BID, o TJES já inicia as negociações para a elaboração da minuta do contrato de empréstimo, que também envolve o governo do Estado. Essa minuta terá que ir à aprovação do Senado Federal.

“O projeto está tecnicamente apto a iniciar uma negociação com o banco. Como se trata de um banco internacional e quem, em última instância, dá a garantia de pagamento é a União, foi necessária essa autorização para o banco vir ao Espírito Santo para iniciar essa negociação”, destacou o servidor, acrescentando que essa missão do BID passará cerca de uma semana no TJES, conhecendo a área técnica, examinando a proposta e a capacidade de execução do Tribunal”, explicou.

Andamento das negociações precisará de aprovação da Assembleia Legislativa

Mesmo com a aprovação do projeto pelo Ministério do Planejamento, o andamento das negociações precisará receber aval da Assembleia Legislativa estadual (Ales).“A expectativa é que consigamos realizar todos esses procedimentos que a legislação exige até o final deste ano. A meta posta pela gestão é a assinatura do contrato ainda em 2023 e o início da execução do programa em 2024”, Contou Bruno Alves.

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima