sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

500 mil crianças e adolescentes vivem na pobreza no ES

 

A pesquisa realizada pelo Unicef leva em consideração a pobreza multidimensional, que aponta características e consequências da desigualdade social

 

Um novo estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) revelou que cerca de 499 mil crianças e adolescentes vivem na pobreza no Espírito Santo. O número equivale a cerca de 51% da população de 0 a 17 anos.

 

 

A casa de Marli Machado está sempre cheia de crianças. Além de cuidar do filho, de 7 anos, ela também ajuda a cuidar de outros pequenos do bairro. A principal renda dela é o Bolsa Família, de R$ 450. Marli também faz algumas faxinas e recebe ajuda de vizinhos e de instituições de caridade.

 

 

A pesquisa realizada leva em consideração a chamada “pobreza multidimensional”, que aponta outras características e consequências da desigualdade social. Os parâmetros utilizados são, além da renda, a alimentação, a educação, o saneamento, o acesso a água, o acesso a informação, a moradia e o trabalho infantil.

 

 

“No Espírito Santo, a cada 100 crianças e adolescentes, 51 vivem em situação de pobreza. Ou seja, mais da metade. As condições observadas no Espírito Santo que mais afetaram o índice foi de renda, em segundo lugar a de saneamento e, em terceiro, a educação”, explicou a coordenadora do Unicef na região Sudeste, Luciana Phebo.

 

Apesar do número elevado, o Estado está abaixo da média nacional. No Brasil, 32 milhões de crianças e adolescentes vivem nessas condições, o que equivale a 63% da população dessa faixa etária.

 

 

No país, alguns índices se destacaram negativamente, como a educação. Em um ano, dobrou o número de crianças e adolescentes analfabetos.

 

 

Os números levantados são de instituições oficiais do governo federal e variam dos anos de 2019 a 2021. A coordenadora da Unicef disse que os dados sofrem influência das consequências da pandemia.

 

“A pandemia não só piorou a situação, mas piorou ainda mais para aqueles que já se encontravam mais vulneráveis”, destacou Luciana.

 

A pesquisadora citou ainda programas sociais do Espírito Santo que foram assertivos, mas frisou que há outros pontos para serem melhorados.

 

“Com relação à educação, é muito importante ir atrás das crianças e adolescente que saíram da escola e não voltaram. O Espírito Santo já faz isso muito bem e é um referência para outros estados. Na questão do saneamento, a política de acesso a água precisa ser priorizada”, frisou.

 

Para reverter o cenário de pobreza no País, a Unicef faz algumas recomendações:

 

– Priorizar investimentos em políticas sociais;

– Ampliar a oferta de serviços e benefícios às crianças e aos(às) adolescentes mais vulneráveis;

– Fortalecer o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente;

– Implementar medições e o monitoramento das diferentes dimensões da pobreza e suas privações por um órgão oficial do Estado;

– Promover a segurança alimentar e nutricional de gestantes, crianças e adolescentes, garantindo a eles(as) o direito humano à alimentação adequada e reduzindo o impacto da fome e da má nutrição nas famílias mais empobrecidas;

– Implantar com urgência políticas de busca ativa escolar e retomada da aprendizagem, em especial da alfabetização;

– Priorizar, no âmbito das respectivas esferas de gestão, a agenda de água e saneamento para o desenvolvimento e implementação de políticas públicas;

– Implementar formas de identificar precocemente as famílias vulneráveis a violências, incluindo trabalho infantil;

– Promover e fortalecer oportunidades no ambiente escolar e na transição de adolescentes para o mercado de trabalho.

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima