domingo, 25 de fevereiro de 2024

Dos 5.568 municípios analisados, Cariacica é o primeiro do Estado e o 10º do País que mais facilita a abertura de empresas

 

Segundo o Governo Federal, a cidade administrada pelo prefeito Euclério Sampaio lidera o ranking com mais atividades econômicas com dispensa de alvarás e licenças em solo capixaba. Está bem à frente de Vitória e Vila Velha. Dentre os Estados e o Distrito Federal, o Espírito ocupa a quarta colocação. “Cariacica vem se tornando uma cidade desburocratizada e simplificada economicamente. Aqui, mais empresas podem ser instaladas com mais rapidez”, frisou a secretária Municipal Desenvolvimento Econômico e Inovação, Lúcia Dornellas.

Dos 5.568 municípios analisados, Cariacica é o primeiro do Estado e o 10º do País que mais facilita a abertura de empresas

Cariacica é o 10° município brasileiro com mais atividades econômicas com dispensa de alvarás e licenças. É o que mostra ranking nacional divulgado nesta segunda-feira (07/08) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). Os dados são referentes ao segundo trimestre de 2023. No pódio das cidades capixabas, Cariacica, município administrado pelo prefeito Euclério Sampaio (União Brasil), lidera com 689 atividades econômicas dispensadas desses documentos no Espírito Santo. Mais atrás vêm Aracruz (665), Marilândia (659), Piúma (642), Nova Venécia (641), São Gabriel da Palha (640) e Afonso Cláudio (635).

Vitória soma apenas 620 atividades dentre os 5.568 municípios brasileiros. A Capital capixaba fica ainda atrás de João Neiva (622 atividades) e Laranja da Terra (621). Outra importante cidade do Espírito Santo, Vila Velha ocupa posição bem abaixo da média nacional, com apenas 497 atividades econômicas com dispensa de alvarás e licenças. O desempenho de Vitória e Vila Velha, por exemplo, acaba influenciando na posição do Estado no ranking dos entes federados: da segunda posição no índice divulgado nos três primeiros meses deste ano – janeiro, fevereiro e março –, o Espírito Santo passou para o quarto lugar em abril, maio e junho.

Para especialistas, as cidades que possuem essas normas facilitadas saem na frente no quesito desenvolvimento e que a dispensa das licenças e alvarás para as atividades de baixo impacto é um avanço muito significativo. É ainda uma importância muito grande para o empreendedorismo, pois alavanca muito a instalação de novas atividades econômicas, desde comércio de rua, restaurantes, bares.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Cariacica, Lúcia Dornellas, o número de 689 é a quantidade de empresas que puderam começar a funcionar em Cariacica sem a necessidade de “um ato público”. Ou seja, sem a necessidade de emissão de documentos públicos: “Desta forma, Cariacica vem se tornando uma cidade desburocratizada e simplificada economicamente. Aqui em Cariacica, mais empresas podem ser instaladas com mais rapidez”, frisou Lúcia Dornellas.

A aplicação da Lei de Liberdade Econômica reduz a burocracia e permite que o empreendedor prossiga com seu negócio sem precisar de atos públicos para liberação da atividade. Com isso, o funcionamento de negócios como cabeleireiros, comércio atacadista de calçados e vestuário, cursos de informática, entre outros, podem ter o funcionamento simplificado. Essa medida promove mais flexibilidade e segurança para quem quer empreender. São medidas que simplificam e permitem que as pessoas possam acessar com muito mais facilidade os novos formatos de contratação, como MEI, como microempresa. Além disso, a dispensa de alvarás e licenças pelos Corpos de Bombeiros, Meio Ambiente e Vigilância Sanitária agiliza a abertura de uma empresa em semanas, reduzindo a burocracia e antecipando o início efetivo do negócio.

Neste último levantamento divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, o Rio Grande do Sul vem em primeiro lugar ao passar a contar com 770 atividades econômicas dispensadas de alvarás e licenças, sendo a unidade federativa com mais atividades dispensadas. Já o Estado do Piauí passou a ser a segunda unidade federativa com mais atividades econômicas dispensadas: 745 no total.

O estudo destaca ainda Minas Gerais, que dispensa 701 atividades econômicas; Espírito Santo, que dispensa 620 atividades econômicas; Mato Grosso do Sul, com 612 atividades econômicas; Pernambuco, com 490 atividades econômicas; e Rio de Janeiro, com 346 atividades econômicas dispensadas. Os sete estados possuem normas vigentes que dispensam mais atividades que a classificação nacional.

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima