domingo, 25 de fevereiro de 2024

Que tal um papo sobre sexualidade?

 

 

 

Muito prazer, meu nome é Juliana Graça, sou sexóloga, terapeuta sexual associada da ABRASEX (Associação Brasileira dos Profissionais de Saúde, Educação Terapia Sexual)e empreendedora da Juliana Graça Butique Intima. Neste espaço iremos conversar sobre vários assuntos: autoestima, autoconhecimento, sexualidade, relacionamento, educação sexual, sexo, como apimentar a relação sexual, prazer, orgasmo, produtos sensuais e brinquedos adultos, tabus, mitos, preconceitos e tudo que estiver relacionado ao universo da intimidade.

Vamos começar do começo?

Você sabia que sexo e sexualidade não são a mesma coisa?

O sexo é o coito em si, o ato sexual. Mas, a sexualidade é um conceito muito mais amplo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS (1975): “A sexualidade humana forma parte integral da personalidade de cada um. É uma necessidade básica e um aspecto do ser humano que não pode ser separado de outros aspectos da vida. A sexualidade não é sinônimo de coito e não se limita à presença ou não de orgasmo. Sexualidade é muito mais do que isso É energia que motiva encontrar o amor,m contato e intimidade e se expressa na forma de sentir, nos movimentos das pessoas e como estas tocam e são tocadas. A sexualidade influencia pensamento, sentimentos, ações e interações e, portanto, a saúde física e mental. Se saúde é um direito humano fundamental, a saúde sexual também deveria ser considerada como direito humano básico. A saúde mental é a integração dos aspectos sociais, somáticos, intelectuais e emocionais de maneira tal que influenciem positivamente a personalidade, a capacidade de comunicação com outras pessoas e o amor.”

Já viu que temos bastante assunto para prosearmos aqui na coluna, e este é somente primeiro texto de muitos. Já que o sexo é considerado um dos pilares da qualidade de vida, também pela OMS, juntamente com família, trabalho e lazer.

As atitudes que nossos pais reproduziam conosco quando éramos crianças, pode interferir na nossa vida sexual adulta, conversar sobre sexualidade com uma criança, por exemplo, não é estimulá-la a fazer sexo, mas sim ter mais consciência sobre suas regiões íntimas e quem pode ou não tocá-las como forma até mesmo de prevenção do abuso sexual.

É necessário que os pais/responsáveis conversem com seus filhos, pois hoje as crianças tem um enorme acesso a informação através da internet, o que pode fazer com que elas acessem informações indevidas para sua faixa etária, e claro também é muito importante que seja acompanhado o tipo de conteúdo que ela está tendo acesso nas redes sociais.

E você? Já refletiu sobre que tipo de conteúdo sobre sexualidade que você consome na internet, se tem te acrescentado conhecimento válido ou somente perpetuado, mitos, tabus e preconceitos?

Comente aqui para mim quais os assuntos você considera mais importantes para tratarmos aqui neste espaço, conto com a sua participação ativa para prosearmos sobre sexualidade da melhor forma.

Te espero semanalmente nesta jornada de autoconhecimento e que você possa se permitir mais a vivenciar sua sexualidade e ter mais qualidade de vida.

Instagram: @julianangraca

 

 

 

 

 

 

 

 

Matéria relacionada

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

Cariacica + Perto de Você: diversos serviços de cidadania neste sábado (24)

    A população de Porto Novo vai poder conferir diversos serviços de cidadania na 16ª edição do Cariacica + Perto de Você, que acontece neste sábado (24), no antigo

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

PL de Cachoeiro vai anunciar nome de pré candidato a Prefeitura na próxima 5° feira

  Após os dias acelerados na cidade de Cachoeiro, onde o vereador Júnior Corrêa (PL) decidiu retirar seu nome da disputa, o PL agiu rápido e vem arquitetando seu palanque

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

Assembleia Legislativa do Espírito Santo celebra 150 da imigração italiana com exposição interativa

  A Assembleia Legislativa do Espírito Santo inaugura no dia 21 de fevereiro a exposição "Camata - A Voz da Imigração Italiana", uma experiência única que homenageará o saudoso líder

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

As mãos de Ferraço no episódio Juninho Correa, será?

  Fontes revelaram que o ex-prefeito e atual deputado estadual Theodorico Ferraço foi na desejada macieira do Partido Liberal cachoeirense (PL), pegou a bela maçã, poliu e a jogou no

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

Primeiro dia do Carnaval no Centro de Vitória reúne 100 mil pessoas

  O início do Circuito da Folia na capital capixaba foi marcado pela presença de aproximadamente 100 mil foliões, celebrando o início do Carnaval. Uma iniciativa inédita da Prefeitura Municipal

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

Assembleia retoma sessões ordinárias com 32 projetos na ordem do dia

  A primeira sessão ordinária de 2024 da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) ocorre nesta terça-feira, 6 de fevereiro, às 15 horas. O presidente da casa de leis capixaba,

1 comentário em “Que tal um papo sobre sexualidade?”

  1. Rosania Dias Monfardini

    Muito boa esse tipo de matéria. Um tema interessante explicando as diferenças entre ambos.
    Que traga mais assunto assim
    Parabéns Folha da Vila está abrangendo em vários setores que continue assim expandindo cada vez mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima