quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Produção de abacate dobra no ES, que é 4º maior produtor do Brasil.

 

Já faz algum tempo que o abacate é o ingrediente queridinho dos pratos saudáveis e o cultivo da cultura no Espírito Santo tem ganhado proporções significativas. O Espírito Santo é o 4° maior produtor de abacate do Brasil.

Somente em 2022, o Estado produziu 24.991 toneladas da fruta, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano passado, o valor bruto da produção capixaba do produto ultrapassou a marca de R$63,3 milhões. Um crescimento de 114% em relação ao ano de 2021, quando o valor era de R$ 29,5 milhões.

No Espírito Santo, em 2021, a fruta era cultivada em uma área de 918 hectares, com produção de 11.657 toneladas e produtividade média de 12,7 toneladas por hectare. Já em 2022, a área expandiu para 959 hectares (+4,47%), a produção foi de 24.991 toneladas (+114%) e a produtividade passou a ser de 26,1 toneladas por hectare (+114%).

O secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli, destacou que o abacate cultivado no Estado também é exportado para outras regiões do Brasil e até para o exterior, contribuindo para as economias local e nacional.

“No Estado há 572 estabelecimentos rurais com produção de abacate, dos quais 69% são da agricultura familiar. Notamos um crescimento bem acentuado desde o ano passado, em que o Espírito Santo exportou 10 toneladas da fruta. Já no acumulado deste ano, somente de janeiro a agosto, exportamos 89,8 toneladas, que renderam o valor de US$276,3 mil dólares, quase 37 vezes maior que o mesmo período em 2022”, afirmou o secretário Enio Bergoli.

De acordo com a Gerência de Dados e Análises da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (GDN/Seag), segundo o IBGE, em 2022, o Espírito Santo foi o 4º maior produtor de abacate do Brasil, representando 7,38% da produção nacional, atrás apenas de São Paulo (43,27%), Minas Gerais (29,60%) e Paraná (8,92%).

Em 2021, fomos o quinto maior produtor. Ainda segundo o censo, há 572 estabelecimentos rurais com produção de abacate no Estado, dos quais 69% são da agricultura familiar.

Cultivo do abacate no Estado

A produção de abacate capixaba no ano passado originou-se de 25 municípios, dos quais Venda Nova do Imigrante lidera a produção, com 13.710 toneladas (54,85% da produção estadual). Em segundo lugar está Vargem Alta, com 3.600 toneladas (14,40%), seguido por Marechal Floriano, com 1.875 toneladas (7,50%), e Castelo, com 1.140 toneladas (4,56%). Outros 21 municípios produziram em menor escala.

No Espírito Santo, o clima tropical/subtropical favorece a ampliação do cultivo do fruto. Segundo Cesar Abel Krohling, engenheiro agrônomo do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), de Marechal Floriano, os produtores têm investido na produção de abacates de qualidade, buscando variedades adequadas ao clima local e adotando práticas de cultivo que visam à maximização da produção e à qualidade dos frutos.

“Atualmente, a região serrana se destaca na produção da cultura e técnicos do Incaper orientam os produtores sobre as novas tecnologias que devem ser adotadas. O abacate consorciado com o café aumenta a diversidade de inimigos naturais das pragas e o plantio deve ser realizado com mudas de boa qualidade. A enxertia também é fundamental para o sucesso da atividade, pois garante rapidez e produtividade nos cultivares”, ressaltou Krohling.

Há um século cultivando café, a propriedade de Estevão Douro, localizada em Marechal Floriano, conta agora com uma nova alternativa cultivada em meio à lavoura, o abacate.

“O abacate veio como uma alternativa de renda e, há cinco anos, o cultivo do café se dá em consórcio com o abacate aqui na propriedade. De modo geral, a utilização de plantas para o sombreamento ajuda a atenuar as temperaturas dentro do cafezal e aumenta a diversidade de inimigos naturais das pragas por meio do controle biológico. Enquanto produtores, temos que criar alternativas pois nem sempre as lavouras estão com boa produtividade, e o consumo do abacate tem crescido. Hoje, o mercado remunera bem e cultivar essa cultura é um incremento na nossa renda”, contou Douro.

O cultivo do abacate no Estado remonta a várias décadas e a popularidade da fruta tem crescido ao longo do tempo devido ao sabor, valor nutricional e versatilidade culinária. O fruto também tem potencial para ser explorado na produção de óleo.

A fruta é originária do México e existem centenas de variedades, que são diferentes na forma, tamanho e cor. Entre os popularmente conhecidos, estão o abacate manteiga (em forma de pera, com polpa macia e sem fibras), o guatemala (com forma de ovo e casca rugosa, maior que o manteiga) e o pescoço (parecido com o abacate manteiga, mas um pouco mais alongado).

Matéria relacionada

Projeto oferece aulas gratuitas de basquete no Tartarugão, em Vila Velha.

Projeto oferece aulas gratuitas de basquete no Tartarugão, em Vila Velha.

  Devido ao sucesso do Núcleo Esportivo de Basquete, com grande aceitação da juventude canela verde, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da prefeitura de Vila Velha abriu novas

Banestes anuncia concurso com salário de até R$ 5.363.

Banestes anuncia concurso com salário de até R$ 5.363.

  O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) divulgou nesta segunda-feira (26) edital de concurso com 538 vagas. A seleção visa preencher cargos da carreira de analista, que exigem

Atletas de Cariacica brilham e colecionam vitórias no Grand Prix da Federação Capixaba de jiu-jítsu.

Atletas de Cariacica brilham e colecionam vitórias no Grand Prix da Federação Capixaba de jiu-jítsu.

  O Espírito Santo inteiro estava com os olhos voltados para Cariacica com a realização do Grand Prix da Federação Capixaba de Jiu-jítsu Esportivo (FCJJE), que aconteceu neste domingo (25),

Semana começa com mais de 3 mil vagas de emprego no ES.

Semana começa com mais de 3 mil vagas de emprego no ES.

  Nesta segunda-feira (26), os Sines do Espírito Santo e também a Agência do Trabalhador de Cariacica, que são órgãos de intermediação de mão de obra, que fazem a ponte

Com gols de capixabas, Brasil é hexacampeão da Copa do Mundo de Beach Soccer.

Com gols de capixabas, Brasil é hexacampeão da Copa do Mundo de Beach Soccer.

  O Brasil conquistou neste domingo (25) o hexacampeonato da Copa do Mundo de Beach Soccer Fifa, ao vencer a Itália por 6 a 4 na final, em Dubai, nos

DOIS DIAS DE CARNAVAL.

DOIS DIAS DE CARNAVAL.

DOIS DIAS DE CARNAVAL Há coisas muito boas e diferentes nos dias atuais. Solteiros adultos, em geral os mais maduros (vamos colocar dessa forma), hoje se encontram por aplicativos de

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima