quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Estrelas e nova geração brilham no Brasileiro de Judô em Vitória.

 

O Campeonato Brasileiro Sênior de Judô realizado em Vitória levou ao tatame do Ginásio Tancredão uma mistura de gerações com jovens judocas despontando no cenário nacional e velhos conhecidos prestigiando este que é um dos principais eventos da modalidade.

Destaque para a participação da campeã olímpica e bicampeã mundial Rafaela Silva, que se desafiou a conquistar o título brasileiro nos 70kg e cumpriu a meta com show no tatame.

Uma semana após conquistar o título no Pan de Santiago e se tornar a única judoca do Brasil campeã olímpica, mundial e pan-americana, Rafaela voltou ao Brasil e teve poucos dias para se recuperar da viagem.

Optou por lutar o Campeonato Brasileiro pelo terceiro ano consecutivo em uma nova categoria, o peso médio 70kg, que é dois pesos acima do seu peso real, o Leve (57kg).

“A gente sabe da filosofia e da mentalidade dos japoneses. Lá a gente vê peso ligeiro lutando no absoluto e aqui eu tive isso como um desafio. Vim me desafiar. Eu subi duas categorias e consegui sair daqui bem satisfeita com desempenho. Tinha bastante atleta canhota, que é o que eu preciso treinar, e não tem tantas atletas assim no meu clube, um pouco mais pesadas. Então, eu consegui alinhar meus golpes para esse tipo de situação e acho que vai me ajudar na minha categoria. Eu sempre me desafio pensando no meu futuro e na minha categoria”, explicou Rafa após vencer três lutas por ippon.

Ela estreou com vitória sobre Nathália Arruda, do Mato Grosso do Sul. Depois, passou por Pâmela Palma, de São Paulo, nas punições. E, na final, venceu Gabrielle Ferreira, do Rio de Janeiro, por ippon.

“Eu conheço as meninas, a Gabi é do Rio, do meu antigo clube. E elas brincaram comigo, perguntaram o que eu estava fazendo, que se pesasse abaixo da categoria iam mandar me cortar e falaram que esperam que no ano que vem eu venha no 78kg, não no 70kg”, brincou Rafaela, já descartando a possibilidade de se arriscar no meio-pesado.

Conexão Santiago/Vitória

Quem também pegou a conexão de Santiago direto para Vitória e brilhou foram Kayo Santos (100kg) e Gabriel Falcão, que também lutou em outra categoria e se deu bem.

Campeão pan-americano no 73kg na semana passada, Falcão subiu para o 81kg especialmente nesse Brasileiro e venceu todas as lutas até a final contra seu conterrâneo Pedro Medeiros.

Kayo, por outro lado, manteve-se no meio-pesado (100kg) e conquistou seu primeiro título brasileiro sênior logo em sua primeira participação, mantendo a boa fase que lhe rendeu o bronze em Santiago.

“Eu estou muito feliz por ter conquistado esse meu primeiro título brasileiro no sênior, vejo que estou conseguindo evoluir na categoria, muito feliz pela minha competição e resultado. Santiago foi um ritmo muito grande para eu chegar aqui bem também e sair com essa medalha”, comemorou Kayo.

Título inédito por equipes
As disputas individuais aconteceram na sexta-feira (10). Já no sábado (11) foi a vez da competição por equipes.

E a seleção de Minas Gerais conquistou o título inédito do Campeonato Brasileiro Sênior por Equipes Mistas. Na decisão, os mineiros bateram a equipe do Rio Grande do Sul por 4 a 1.

Na campanha pelo título, Minas bateu o Paraná (4 a 0), Mato Grosso do Sul (4 a 2) e superou o Rio de Janeiro (4 a 0), na semifinal. Do outro lado, a equipe do Rio Grande do Sul saiu de bye na primeira rodada e estreou com vitória sobre Pernambuco (4 a 0), nas quartas-de-final. Na semifinal, os gaúchos bateram o Mato Grosso (4 a 1) e avançaram à decisão.

O confronto pelo ouro começou com vantagem para o Rio Grande do Sul, com vitória de Kátia Alves (+70kg), nas punições, sobre Victoria Oliveira. Mas, a equipe de Minas engatou uma reação com quatro vitórias seguidas e liquidou o duelo.

Juscelino Nascimento (+90kg) bateu Leonardo Lopes por ippon; Shirlen Nascimento (57kg) finalizou Ketelly Alves com chave de braço; Julio Koda Filho (73kg) marcou um waza-ari no Golden score contra Gabriel Genro e, por fim, Sarah Nascimento (70kg) bateu Eduarda Rosa, nas punições.

Matéria relacionada

Projeto oferece aulas gratuitas de basquete no Tartarugão, em Vila Velha.

Projeto oferece aulas gratuitas de basquete no Tartarugão, em Vila Velha.

  Devido ao sucesso do Núcleo Esportivo de Basquete, com grande aceitação da juventude canela verde, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da prefeitura de Vila Velha abriu novas

Banestes anuncia concurso com salário de até R$ 5.363.

Banestes anuncia concurso com salário de até R$ 5.363.

  O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) divulgou nesta segunda-feira (26) edital de concurso com 538 vagas. A seleção visa preencher cargos da carreira de analista, que exigem

Atletas de Cariacica brilham e colecionam vitórias no Grand Prix da Federação Capixaba de jiu-jítsu.

Atletas de Cariacica brilham e colecionam vitórias no Grand Prix da Federação Capixaba de jiu-jítsu.

  O Espírito Santo inteiro estava com os olhos voltados para Cariacica com a realização do Grand Prix da Federação Capixaba de Jiu-jítsu Esportivo (FCJJE), que aconteceu neste domingo (25),

Semana começa com mais de 3 mil vagas de emprego no ES.

Semana começa com mais de 3 mil vagas de emprego no ES.

  Nesta segunda-feira (26), os Sines do Espírito Santo e também a Agência do Trabalhador de Cariacica, que são órgãos de intermediação de mão de obra, que fazem a ponte

Com gols de capixabas, Brasil é hexacampeão da Copa do Mundo de Beach Soccer.

Com gols de capixabas, Brasil é hexacampeão da Copa do Mundo de Beach Soccer.

  O Brasil conquistou neste domingo (25) o hexacampeonato da Copa do Mundo de Beach Soccer Fifa, ao vencer a Itália por 6 a 4 na final, em Dubai, nos

DOIS DIAS DE CARNAVAL.

DOIS DIAS DE CARNAVAL.

DOIS DIAS DE CARNAVAL Há coisas muito boas e diferentes nos dias atuais. Solteiros adultos, em geral os mais maduros (vamos colocar dessa forma), hoje se encontram por aplicativos de

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima