domingo, 26 de maio de 2024

ArcelorMittal Wahine bodyboarding Pro está mais inclusivo nesta edição, na Serra

 

Inclusão, superação, desafiando limites, no esporte e na vida. As atletas PCD do bodyboarding entram no mar, neste mês, na praia de Jacaraípe, em Serra, no Espírito Santo.
Entre esta quinta-feira (18) e o dia 27, será disputada a edição 2024 da etapa brasileira do Circuito Mundial de Bodyboarding Feminino, o ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro. E a categoria PCD estará ainda mais inclusiva do que nos dois anos anteriores. Ao lado de mastectomizadas e amputadas, competirão, também, atletas com deficiência visual.
“Temos duas novidades nesta edição. Uma delas é a bateria composta por atletas com sequelas de doenças que ocasionaram a condição de cegueira ou deficiência visual. Uma iniciativa inédita no mundo, por ser a primeira bateria em competição oficial de bodyboarding composta por mulheres deficientes visuais. A outra é a de munir as atletas com informações de conteúdos educacionais pertinentes ao conceito de esporte e pessoa com deficiência”, explica o consultor da categoria PCD no evento, o professor Hudson Renato, técnico esportivo do Comitê Paralímpico Brasileiro – em atletismo e natação paralímpica.
E Hudson destaca o papel do evento. “O esporte é fundamentalmente um importante veículo de promoção da inclusão social de pessoas com deficiência. E quando o ArcelorMittal Wahine Bodyboarding Pro abre as portas para a categoria PCD demonstra também o papel altruísta do evento, reconectando essas mulheres socialmente e esportivamente, por meio dos valores como a coragem, determinação, inspiração e igualdade”, completa.
Em busca de nova vitória – Entre as participantes está a pernambucana Carla Cunha, 42 anos, que estreou no torneio no ano passado, ganhando a categoria PCD. Agora, volta à praia de Jacaraípe, em busca de uma nova vitória. Carla amputou a perna após sofrer um grave acidente de moto em 2016.
“A vitória em 2023 foi bem significativa para mim, pois competi pela primeira vez apenas contra mulheres com o mesmo tipo de deficiência, e isso me colocou em situação de igualdade e me trouxe a vitória. Para este ano, as expectativas são as melhores possíveis. Darei o meu melhor, mostrando que o limite está na mente, e não em meu corpo. E espero me divertir muito nas ondas de Jacaraípe novamente”, afirma a atleta.
Carla destaca a importância do esporte e de torneios como o Wahine na busca da superação. “É um esporte que nos fortalece e nos impulsiona a assumir o controle de nossas vidas. O Wahine está ajudando a popularizar entre pessoas com deficiência e isso é inclusão. Que é a minha luta. E que venham mais e mais categorias, autistas, down e por aí vai”.
A atleta começou a praticar o bodyboarding em 2021. “Em 2022, passei a participar de alguns campeonatos para fomentar a inclusão no esporte e, assim, sigo até os dias de hoje. Sou apenas uma iniciante e tenho muito o que aprender. Mas, também, sou uma adoradora e incentivadora desse esporte que tanto me faz bem e merece ser compartilhado”.
Em Jacaraípe, Carla estará, mais uma vez, vivendo essa oportunidade de inclusão. E com um sonho: que logo a categoria PCD seja válida pela disputa do título mundial. “Com certeza. Estamos todos sonhando juntos por isso”.
A vice-campeã em 2023, Letícia de Oliveira Alves, de apenas 15 anos, também volta a Serra. “O Wahine é um evento muito especial para mim. O resultado do ano passado foi, sem dúvida, um dos melhores momentos da minha vida. Estou tratando de uma lesão no ombro, que limitou meus treinos, mas estarei lá para dar o meu melhor”, garante.
O evento
O ArcelorMittal Wahine Bodyboarding reunirá as principais atletas do ranking mundial, de cerca de 10 países, entre as quais a melhor bodyboarder do mundo no momento, a japonesa Sari Ohhara, que vai em busca do bicampeonato – campeã Profissional da edição 2023.
A etapa conta com cinco categorias: Pro Junior, Profissional e Master Woman – válidas pelo título mundial -, além de Open (Amador) e PCD (mastectomizadas, amputadas e deficientes visuais) – voltadas para inclusão e fomento.
O Wahine Bodyboarding Pro 2024 tem patrocínio máster da ArcelorMittal, do Governo do Estado do Espírito Santo por meio da Lei de Incentivo ao Esporte Capixaba, e da Prefeitura Municipal da Serra, com apoio de Coroa. Realização do Instituto Neymara Carvalho e da IBC.

Matéria relacionada

Vereador da Serra é baleado durante assalto em Vila Nova de Colares

Vereador da Serra é baleado durante assalto em Vila Nova de Colares

  O vereador da Serra Marlon Fred foi baleado na manhã desta quinta-feira (23), durante um assalto que aconteceu na porta de um comércio, no bairro Vila Nova de Colares,

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre deste ano

Recorde nas exportações do agro capixaba no 1º quadrimestre deste ano

  Nos quatro primeiros meses de 2024, as divisas geradas com as exportações do agronegócio no Espírito Santo somaram mais de US$ 928,9 milhões (ou R$ 4,8 bi), maior valor

Alerta para queda de até 5°C na temperatura no ES neste fim de semana

Alerta para queda de até 5°C na temperatura no ES neste fim de semana

    O Espírito Santo recebeu um alerta de perigo potencial do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para quedas de temperaturas durante o fim de semana. De acordo com o

Contratos sob suspeita em hospital no ES eram de luvas, aventais e máscaras

Contratos sob suspeita em hospital no ES eram de luvas, aventais e máscaras

  A investigação da Polícia Federal e da Corregedoria Geral da União (CGU) sobre contratos fraudulentos no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória, apontam que os acordos eram

489 anos de Vila Velha: cidade de cultura, história e turismo e onde começou o ES

489 anos de Vila Velha: cidade de cultura, história e turismo e onde começou o ES

  Nesta quinta-feira (23) é comemorado o aniversário de 488 anos de Vila Velha. A data marca o desembarque do português Vasco Fernandes Coutinho na Prainha, em 1535, a bordo

Projeto Orquestra de Violões nas Escolas oferece oportunidade para alunos da rede estadual

Projeto Orquestra de Violões nas Escolas oferece oportunidade para alunos da rede estadual

  A Secretaria da Educação do Estado (Sedu), em parceria com a Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mehr Informationen zum Bonuspaket und Umsatzbedingungen finden Sie auf der offiziellen Seite. und fairness Den vollen Funktionsumfang kklk Vulkan Internet casinos genießen nur unsere registrierten Spieler. nur über Das liegt daran, wenn jene zu 100% auf die Kuchen Bedingungen angerechnet werden. man kann Das Casino wird von Brivio Limited betrieben, einem in jeder Republik Zypern registrierten Unternehmen. vulkan vegas ist ein
Rolar para cima