domingo, 25 de fevereiro de 2024

Imposto vai dobrar preço de compras on-line importadas 

 

Os impostos sobre produtos importados comprados de plataformas de comércio eletrônico por pessoas físicas podem dobrar o valor do item. O imposto aduaneiro é de 60%, mas a cobrança não incide só sobre o valor do produto. Entram na conta também o frete e o seguro envolvidos na transação, segundo os especialistas.

O governo federal decidiu fechar o cerco ao drible que plataformas como Shein, Shopee e AliExpress, entre outras, fazem à tributação de importados. Como as varejistas nacionais pagam impostos e criam emprego no Brasil, o governo argumenta que os e-commerces internacionais estão praticando concorrência desleal. Quando a encomenda entra na fiscalização, o imposto é cobrado e, em muitos casos, acaba mais do que dobrando o valor total da compra.

Essa decisão pode afetar 82,6 milhões de consumidores no País, que já fizeram compras nas redes Ali Express, Shein e Shopee, segundo dados do Instituto Locomotiva.

O grande volume de importações (vendas) realizadas supostamente entre pessoas físicas, até então sem incidência do imposto de importação até o limite de 50 dólares é o que levou a decisão que vai até dobrar o preço de produtos, explica o advogado tributarista Samir Nemer.

“Na prática, alguns e-commerces utilizando de roupagem de marketplace, enviam os produtos ao Brasil via pessoas físicas, que agora passarão a ser taxados em 60% de imposto de importação”, diz.

Somado o valor dos impostos à compra realizada nos comércios eletrônicos, o preço total que o consumidor deverá pagar muitas vezes acaba alcançando o dobro, ou até mais, do planejado, reforça a advogada Eduarda Coser Casotti.

Nos estados vão haver Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na importação caso uma empresa brasileira importe o produto, segundo a contadora Mônica Porto. “Via de regra eles importam a 4% mas quando entregam para o consumidor final o produto importado o ICMS chega a 20% dependendo do estado. No ES é 17%. Mas esse é para as empresas”, afirma.

O Ministério da Fazenda informou pretende reforçar a fiscalização e que a partir da Medida Provisória, o exportador vai ter que prestar declaração antecipada com dados do exportador e de quem compra, além do produto. “As mudanças vão beneficiar o consumidor que vai receber suas compras on-line mais rápido, com mais segurança e qualidade”, informou.

Matéria relacionada

Acordo amplia movimentação de granéis sólidos no porto em Vila Velha.

Acordo amplia movimentação de granéis sólidos no porto em Vila Velha.

  Em acordo firmado entre a autoridade portuária do Espírito Santo VPorts e o grupo paranaense de soluções logísticas FTSpar, foi oficializado, nesta quinta-feira (22) a parceria que deverá aumentar

Multidão faz festa na chegada do Vasco ao ES.

Multidão faz festa na chegada do Vasco ao ES.

  A torcida compareceu em peso na tarde desta sexta-feira (23) para recepcionar os jogadores do Vasco na chegada a Vitória com uma grande festa. Uma multidão de torcedores, que

Cariacica é a 1ª cidade do ES a iniciar a vacinação contra a dengue.

Cariacica é a 1ª cidade do ES a iniciar a vacinação contra a dengue.

  A vacinação contra a dengue no Espírito Santo começou nesta sexta-feira (23) e foi em Cariacica, na Unidade de Saúde de Morada de Santa Fé, que a imunização de

Festival Aracruz Sabores: gastronomia, shows e atrações para homenagear a imigração italiana.

Festival Aracruz Sabores: gastronomia, shows e atrações para homenagear a imigração italiana.

  O Festival Gastronômico Aracruz Sabores, que começou nesta quinta-feira, segue agitando o município até o domingo (25), na Praia de Santa Cruz. O evento reúne o melhor da gastronomia

Serra terá mutirão com atendimento gratuito de advogados neste sábado.

Serra terá mutirão com atendimento gratuito de advogados neste sábado.

  O Serra + Cidadã, que acontece neste sábado (24) em Balneário de Carapebus, vai oferecer assistência jurídica gratuita para processos relativos ao Direito de Família, oferecidos pelo Departamento de

ES recebe 58.530 doses de vacina contra dengue na primeira remessa nesta quinta-feira.

ES recebe 58.530 doses de vacina contra dengue na primeira remessa nesta quinta-feira.

  O Espírito Santo vai receber nesta quinta-feira (22) a primeira remessa de doses das vacinas contra a dengue para o início da imunização das crianças de 10 e 11

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima