sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Celebrado em 30 de junho “Dia do Sim” completa 32 anos.

 

O “Dia do sim”, celebrado neste dia (30) de junho, completa hoje seus 32 anos e comemora o fato, de em 1991, Marechal Floriano ter alcançado sua emancipação de Domingos Martins.

O movimento surgiu após moradores desejarem mudanças no município que até então era subordinado a Domingos Martins e que não possuía muitas das condições básicas.

Foi quando, na década de 1960, ao avistarem as melhorias que precisavam ser feitas, os moradores, Edgard de Carvalho Neves, Evahy Mendes, Alfredo Costalonga e o Coronel Ernesto Vieira da Silva, iniciaram um processo com o intuito de debater a criação de uma associação que unisse os moradores no interesse de desenvolver e buscar melhorias para Marechal Floriano, porém, o desejo dos moradores ficou por muitos anos paralisado a burocracia.

Ao decorrer dos anos, no final da década de 1980 o movimento voltou a tomar forças, culminando na criação da Comissão Pró-Emancipação Política de Marechal Floriano. Nesse movimento, Araguaya, também distrito de Domingos Martins, passou a compor com o distrito de Marechal Floriano, o território que almejava a emancipação

A partir da criação da “Comissão”, que passou a ser presidida por Nides de Freitas, com a tesouraria confiada ao professor Adnilses Arthur Machado Filho e a coordenação de marketing entregue ao também professor Silvio Rogerio Lemke, os trabalhos passaram a se conduzir com o intuito de mobilizar os moradores, além de arregimentar apoio político.

Muitas tentativas foram feitas e em 1990 a Assembléia Legislativa do Espírito Santo aprovou a lei autorizando o TRE – Tribunal Regional Eleitoral a realizar o plebiscito, consultando a população dos distritos de Araguaya e Marechal Floriano, para saber se essa população realmente desejava se emancipar de Domingos Martins.

Assim, vencida a burocracia, o plebiscito foi marcado para o dia 30 de junho de 1991, iniciando-se a “Campanha pelo Sim”, que, segundo a ata final de apuração, os votos “sim”, pela emancipação, alcançaram o apoio de 3.623 eleitores.

Foi então, no dia 31 de outubro de 1991, que o governador do Estado do Espírito Santo, sancionou a Lei Estadual nº 4.571.

Matéria relacionada

Jogo entre Real Noroeste e Cuiabá pela Copa do Brasil é adiado por conta de fortes chuvas no ES.

Jogo entre Real Noroeste e Cuiabá pela Copa do Brasil é adiado por conta de fortes chuvas no ES.

  A partida entre Real Noroeste e Cuiabá, pela primeira fase da Copa do Brasil, prevista para a noite desta quarta-feira (21) foi adiada devido as condições do gramado do

Prefeitura abre processo seletivo para contratação de médicos residentes em Cariacica.

Prefeitura abre processo seletivo para contratação de médicos residentes em Cariacica.

  A Prefeitura de Cariacica abriu processo seletivo com quatro vagas para contratação de médicos residentes com salários que podem chegar a R$ 8.606. As inscrições podem ser feitas até

TSE cassa mandato de dois vereadores de Vila Velha.

TSE cassa mandato de dois vereadores de Vila Velha.

  O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade, pela cassação das chapas dos partidos PSDC, atual Democracia Cristã (DC), e do PTB, com a perda de mandatos

Praia de Itaparica recebe o Circuito Feminino de Beach Tennis Quatro Estações.

Praia de Itaparica recebe o Circuito Feminino de Beach Tennis Quatro Estações.

  As areias da Praia de Itaparica vão receber a 1ª etapa do Circuito Feminino de Beach Tennis Quatro Estações. O evento, que acontece neste sábado (24) e domingo (25),

Prefeitura de Vitória vai lançar concurso com 100 vagas para Guarda Municipal.

Prefeitura de Vitória vai lançar concurso com 100 vagas para Guarda Municipal.

  O ano de 2024 vai ser marcado por mais um avanço na segurança pública de Vitória. A Guarda Civil Municipal de Vitória ganhará um reforço no efetivo mediante a

Nova Venécia recebe o Botafogo-SP buscando vaga na 2ª fase da Copa do Brasil.

Nova Venécia recebe o Botafogo-SP buscando vaga na 2ª fase da Copa do Brasil.

  Com quase três anos de existência, o Nova Venécia participa pela segunda vez da Copa do Brasil e quer, mais uma vez, fazer história. Após avançar para a 2ª

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima